Archive for February, 2009

3 meses

February 17, 2009

Daqui a uns anos, a minha filha mais nova vai querer ler a página do pai-avô e vai verificar que não tenho escrito muito sobre ela.
Talvez por ser repetente, já não tenho sinto necessidade de exteriorizar tudo aquilo que sinto quando olho para ela.
E sinto muito, sobretudo quando vejo que ela está, de dia para dia, a ficar mais parecida com a mãe (o que é uma estreia absoluta), mais atenta a tudo o que a rodeia e que fala comigo ora deitando a língua de fora, ora fazendo barulhos com a boca acompanhados de bolas de cuspo, o que eu tento acompanhar, dando o troco na mesma linguagem.
Continuo a achar que temos sorte e que é muito bom ser pai depois de oito anos sem saber o que são fraldas, areomes, queijos, cólicas, sorrisos, cheiro de bébé, e outras coisas que fazem com que todos os dias a minha vida se torne infinitamente mais interessante.
Só há um senão. Sei que a minha filha não gosta da minha barba.
Lamento informar que não há nada a fazer.
Os beijos nas bochechas, no pescoço e na barriga vão continuar.

Advertisements

Reacções

February 15, 2009

Há cerca de 1 mês, quando a minha filha completou 2 meses, a J. resolveu retomar as suas lições da lingua de Goethe e eu fiquei incumbido de tratar do pimpolho logo pela manhã, sempre às quartas-feiras.
A minha filha acordava sempre mais tarde e essa tarefa foi ficando a cargo da nossa (estimada) ventoínha que é a Z. .
Até que, há duas semanas, ela acordou e eu tive de tratar dela.
Foi um caos. Ela berrou como se tivesse visto demónio e quase não bebeu leite.
Estive quase uma hora com ela ao colo a tentar que se acalmasse, o que acabou por acontecer.
Devo dizer que acho a reacção dela perfeitamente legítima.
Habituada a acordar e a sentir o calor e o cheiro da mãe, é um choque tremendo perceber que ela não está e que o pai-avô a espera.

Toujours Lisbonne

February 7, 2009

Pois é. Mais uma vez, Lisboa.
Desta vez, por debaixo da ponte sobre o Tejo (ex-Salazar, actual 25 de Abril).
Um segredo mais ou menos escondido.
Mas por pouco tempo.
Chama-se Lx Factory.
Quem disse que a vanguarda não passa por cá?
Saloios…