Teresa Salgueiro

Há muito tempo que me cansei de ouvir Madredeus. Não é por nada, é só porque acho que o estilo está esgotado.

Eis que surge uma Teresa Salgueiro a solo, com um disco que me diz muito. Canções barsileiras dos anos 30/70.

O disco é bom, mas a Teresa devia saber que é muito difícil fazer melhor com temas como Inútil Paisagem ou Insensatez. A Elis e a Gilberto (Astrud) cantaram estas canções como se fossem feitas só para ser ouvidas na voz delas.

Bem conseguidos (quase todos os temas) não me consigo desligar da voz da portuguesa de Trás-os-Montes que fez furor no Brasil. A voz da da Teresa faz lembrar a Miranda e trás a memória de uma época de ouro da rádio (pelo menos no meu imaginário).

É a música brasileira desde Ary Barroso até chegar ao Chico, passando pelo Vinicius, pelo Tom Jobim, Dorival Caymmi, Pixinguinha e outros.
Gostei.

teresa.jpg

Advertisements

One Response to “Teresa Salgueiro”

  1. Hannah, the Barber of Savannah, GA Says:

    Lembrava-me da citação assim. Não vou alterar senão o teu comentário fica sem sentido.

    O dude? Parece-me ser uma mulher, mas não tenho a certeza. Olha, é um theme que escolhi do wordpress.

    E o nip tuck 3a série, hein, hein?

    Beijinhos

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: